Posts Tagged ‘Brasília’

Residência JPGN concluída

24/10/2012

Trabalho em elaboração desde 2007, a residência JPGN teve sua construção concluída em janeiro de 2012.

Ela já foi publicada em alguns periódicos especializados, como a Revista PROJETODESIGN (n.390, AGO.2012), ou os sites Contemporist, Plataforma Arquitectura, ArchDailyArchDaily Brasil – este último com texto explicativo original da obra. A obra também teve uma inesperada e bem vinda divulgação em veículos que possuem relação mais direta com o público em geral, como o californiano Freshome, ou o brasileiro Casa & Decoração, do UOL.

O site da fotógrafa Joana França, entre os bons registros que ela sempre faz, possui também um jogo completo de imagens da residência.

Anúncios

Praça da Soberania: crônica de uma polêmica

24/10/2009

Danilo Matoso Macedo
24 out. 2009
Publicado na revista mdc, em outubro de 2009.

Em 9 de janeiro de 2009, em seu escritório de Copacabana, Oscar Niemeyer apresentou o estudo preliminar do projeto para a Praça da Soberania, em Brasília, ao governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda, e a seu Secretário de Cultura, Silvestre Gorgulho. À semelhança de outros projetos recentes de Niemeyer, o projeto era marcado pela simplicidade de formas, materializadas em grandes superfícies brancas e aberturas fechadas por vidro preto. Próximo à Plataforma Rodoviária, uma praça cimentada no canteiro central da Esplanada dos Ministérios correspondia ao estacionamento subterrâneo abaixo, destinado a abrigar três mil veículos. Sobre o concreto, um edifício curvo elevado em pilotis – o ‘Memorial dos Presidentes‘, encomenda do presidente Lula – contraposto por um obelisco inclinado – o ‘Monumento ao Cinqüentenário’ – de altura comparável aos noventa e dois metros das torres do Congresso Nacional mais adiante.

Antes mesmo de qualquer consulta aos arquitetos que trabalham no GDF, ou de qualquer estimativa de preço da obra, o governador declarou aos presentes: “Vamos fazer!” No dia seguinte, a reunião foi relatada na capa do Correio Braziliense, com a manchete: ‘Para se espantar e curtir’. Imediatamente, os arquitetos brasilienses se espantaram e voltaram a curtir a dor de feridas antigas e novas, todas ainda abertas…

Leia o texto na revista.

04/01/2009

Casa Valéria e José

Casa Valéria e José
Brasília – DF

Croquis do primeiro Estudo
jun.2007